Óleos essenciais na gestação: Quais usar e quais evitar.


A gravidez é um período magico e único onde dois seres partilham a cada momento a mesma energia, é um carrossel de emoções singulares e os óleos essenciais podem ser grandes aliados e ajudar nessa jornada.


Contudo é importante manter em mente que os óleos essenciais são uma mistura complexa e concentrada de inúmeras moléculas que agem diretamente no nosso organismo e por isso é preciso manter cautela na exposição com essas substancias, principalmente para mulheres grávidas; para termos proporção de quanto concentrado pode ser um óleo essencial, são necessários 200 kg de alecrim para se obter 1 kg de óleo essencial puro de alecrim.


Inúmeros benefícios terapêuticos podem ser adquiridos através do uso de óleos essenciais na rotina de gravidez, dentre eles a melhora na náusea e na qualidade do sono, reduzir irritações estomacais e hormonais, melhorar a elasticidade da pele e a ansiedade e até mesmo relaxar músculos tensos e doloridos.

Embora seja tentador se beneficiar das propriedades desses óleos o seu uso seguro na gravidez deve seguir algumas importante diretrizes, dentre elas evitar utilização de óleos essências nas primeiras 13 semanas de gestação. Embora o risco seja muito pequeno, no primeiro trimestre qualquer exposição do feto com substâncias que possam causar contrações uterinas deve ser evitada.


Após o segundo semestre o emprego de aromaterapia com óleos essências podem trazer conforto para gestantes em especial aqueles óleos que amenizam náuseas e melhoram o ânimo como a lavanda, ylang ylang e camomila, os quais atuam na regulação do turbilhão hormonal e tem efeito relaxante no corpo.


Alguns óleos essenciais são seguros e indicados para gestante a partir do segundo semestre de gestação em especial:

Camomila – Na aromaterapia existem dois tipos, a romana que ajuda a combater dores de cabeças, enxaquecas e atua como relaxante muscular; e a germânica que pode ser usada para melhorar a elasticidade da pele e amenizar estrias.

Lavanda – Um dos mais versáteis, é utilizado como relaxante muscular e calmante, recomendado utilizar em um difusor para criar um ambiente de conforto.

Hortelã-pimenta – Alguns aromaterapeutas apontam o óleo essencial de hortelã-pimenta como um grande aliado para aliviar náuseas.

Limão - Outra grande opção para atenuar os sintomas e diminuir a frequência de náuseas e vômitos.

Gerânio – Muito utilizado para diminuir a ansiedade, com atividade estimulantes este óleo encoraja e reduz tensões.


Outros óleos essências seguros :

Bergamota; Rosa; Ylang Ylang; Laranja doce; eucalipto; gengibre; capim-limão; grapefruit; neroli; mandarina; sândalo; patcholi; melaleuca e petitgrain.

Cada óleo essencial deve ser ministrado com parcimônia e de preferência com o acompanhamento de uma aromaterapeuta; Não usar em excesso é a chave para se beneficiar de todas as propriedades.

Alguns óleos essenciais que devem ser evitados durante a gravidez:

Anis;

Canela;

Manjericão;

Calamo;

Cânfora;

Cássia;

Coentro;

Cravo;

Salvia esclereia;

Funcho;

Junipero;

Artemísia;

Alecrim;

Tomilho;

Jasmim;

Cedro.

25 visualizações

Cosméticos naturais e veganos

Inscreva-se para ficar por dentro das promoções e novidades!

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Para entrar em contato com a Caulí, por favor envie um e-mail a contato@caulibelezanatural.com ou pelo whatsapp 48 99822-0979.

Caulí beleza natural

Rua Lauro Linhares, 1281, loja 02, Florianópolis

CNPJ: 32.978.628/0001-52

Prazo de entregas: 4 à 10 dias úteis