top of page

Queda capilar feminina: As causas por trás da queda excessiva.

Os nossos cabelos muitas vezes estão ligados a autoestima e representam uma forma de nos expressar para o mundo. A queda capilar afeta não somente a autoestima, mas também emite um alerta que algo de errado está acontecendo com o nosso organismo. Você sente que cada vez mais perde fios de cabelo? Você não está sozinha!! Aproximadamente 40 milhões brasileiros sofrem com a calvície e por volta de 50% das mulheres relatam a queda capilar acima do normal.


Os fios têm seu próprio ciclo natural que duram em média de 2 a 7 anos, eles nascem (em um bulbo capilar presente nos folículos), estabilizam (chamado de período de repouso) e caem (o cabelo é liberado do folículo). Mas como identificar se o seu cabelo está caindo acima da média?


A queda dos fios é natural, em média perdemos de 50 a 100 fios por dia! Essa queda muitas vezes passa despercebida ou notamos apenas durante o banho ou no momento de escovar o cabelo. Quando a quebra passa a ser percebida e ocorre em excesso é importante acender um sinal de alerta.

Antes de mais nada é preciso diferenciar queda e quebra. A queda do cabelo ocorre quando o fio se desprende da raiz, podemos observar aqueles pontinhos brancos no fio; já a quebra ocorre quando a fibra se rompe por danos na extensão do fio.


Seu cabelo está caindo em excesso? Calma!! Nem sempre a queda capilar está ligada com alguma desordem no organismo. Em alguns casos a queda capilar faz parte de um ciclo fisiológico e não necessitam tratamento. Se a queda capilar persistir alguns fatores podem estar envolvidos:

  • Oleosidade, fumaça e poluição: o excesso de oleosidade, fumaça e poluição pode obstruir o folículo capilar, fazendo que o bulbo do fio se solte, levando a queda;

  • Estresse: esse fator interfere no ciclo capilar, diminuindo o tempo de estabilização e fazendo que o fio caia mais cedo;

  • Uso de penteados muito apertados: alguns penteados podem puxar a raiz dos cabelos levando a queda;

  • Alterações hormonais e ovários policísticos: as alterações de alguns hormônios em especial o estrogênio e progesterona podem causar a queda capilar;

  • Dietas restritivas: a falta de nutriente no organismo pode levar a queda capilar, pois o corpo entra em um estado de racionamento dos nutrientes.

  • Uso de cosméticos agressivos e em excesso: o uso de shampoos agressivos ou que entopem o bulbo podem fazer que os fios se desprendam do folículo capilar ocasionando na queda;

  • Medicamentos: alguns medicamentos levam a queda capilar como efeito colateral do seu uso.


Se você está passando por uma queda capilar saiba que existem inúmeros tratamentos para reverter esse processo. O primeiro passo é identificar qual é a causa que está levando a queda. Observar os seus hábitos e estilo de vida podem ajudar a descobrir a causa. Manter um estilo de vida saudável, com exercícios e alimentação equilibrada, pode reativar o ciclo capilar e controlar a queda.


Escolher com consciência os produtos capilares para os fios ajudam a manter os cabelos limpos e hidratados na medida. Em alguns casos é necessário o uso de medicamentos para controlar o processo de queda capilar, consulte a sua dermatologista para iniciar o tratamento mais adequado com acompanhamento médico.

109 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page